Ansiedade – Poema

ansiedade

Ansiedade
tão difícil de lidar
que parece maldade
em casos mais graves
causa insanidade

Se formar
Trabalhar
Viajar
Namorar
Casar

Parem de pressionar

A tristeza vem
Paralisa a mente
Sufoca o coração
E quando ver
Está doente

Calma, deixa eu respirar

O novo mal da humanidade
Tem velhos remédios
Esperança, amor
E alguém
Com muita
Reciprocidade

Hugo Nery

ansiedade

Pode ser que você também goste:

4 Comentários

  • Reply Nya Purdy 26 de maio de 2017 at 10:20

    Que profundo! “Parem de pressionar” descreve meu estado atual, um poema simples e tão bonito, chega a tocar a alma e tranquilizar. Parabéns, amei muito <3

  • Reply Sabrina 26 de maio de 2017 at 10:21

    Esse poema retratou a minha situação atualmente.. Estou cursando o 3° colegial e com ele já vem as preocupações e as pressões das pessoas querendo. Decidir o meu futuro, mas felizmente não funciona desta maneira. Adorei o blog parabéns.

  • Reply Adenildes 26 de maio de 2017 at 10:25

    Muito legal esse poema, retratou muito bem o perfil dos asiosos, agora o bom é tentar manter o equilíbrio e não deixar isso nos afetar. O nome de meu blog é Garota ansiosa. Bjsssssssssss

  • Reply Fabiano 18 de setembro de 2017 at 16:30

    Lindo demais 💙

  • Deixe o seu comentário