Espelho: um vilão que virou herói

espelhoheroi

Todo dia que eu acordo, me deparo com meu espelho. E eu acho incrível como ele me conhece tão bem, tão profundamente. Como ele reconhece meus sentimentos e joga na minha cara quando estou feliz ou triste. Aliás nos dias tristes ele é terrível, me faz pensar que sou a pior pessoa do mundo, por simplesmente ser quem eu sou. Que fui um erro divino ou apenas um erro humano. Que minhas características físicas são defeitos que me definem, e que elas são as responsáveis pelos meus fracassos amorosos, profissionais e sociais. Nos dias tristes eu o evito porque ele reflete uma realidade muito verdadeira, e a verdade dói.

Porém, muitas vezes, a verdade do espelho é só um reflexo das mentiras cheias de insultos e inveja que as outras pessoas me dizem. Ou a verdade do espelho são ilusões causada por um dia ruim no trabalho ou uma briga com melhor amigo ou pela decepção de um amor não correspondido, um amor não recíproco ou até um amor abusivo. Neste caso, a verdade é libertadora. Me liberta da tristeza, e é aí que meu espelho vira herói. É aí que ele joga na minha cara o melhor de mim. Que na verdade minhas características físicas são meus diferencias nesse mundo. E que junto com meu caráter me fazem ser a pessoa mais linda desse planeta. E é neste momento que eu me pergunto, espelho, espelho meu, existe alguém mais bonito que eu? E se alguém disser que não, eu faço que nem meu espelho nos dias felizes, só reflito amor.

– Hugo Nery

espelhoheroi

Pode ser que você também goste:

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário