No verão: Barriga de fora

Desde que os top cropped começaram a mostrar as caras de novo na moda, muita gente não gostou muito dessa nova tendência e a polêmica começou a se espalhar. Mostrar a barriga era super normal nas décadas de 80 e 90, como a gente pode observar em váaarios filmes (exemplo: “10 Coisas Que Eu Odeio em Você”). Agora, as blusas curtinhas fazem parte do guarda-roupa de muitas celebridades e fashionistas, dividindo opiniões entre os que acham a moda deselegante e outros que a adoram.

Com o verão aí, dá pra usar a barriguinha de fora de inúmeros jeitos, mas é preciso ficar atenta para não exagerar e tornar um look vulgar! O ideal é deixar só um pouco da pele à mostra para que, desse jeito, os top cropped possam ser usados até por quem não está com um “tanquinho” em dia. Eu não sou a favor de usar mostrando o umbigo, acho feio e não gosto, mas não há regras pra isso.

O modelo da blusa cropped é jovem, despojado e bem fácil de fazer em casa: você só vai precisar de uma blusa e uma tesoura! Aqui, não é necessário seguir aquela regra de peça justa + peça larguinha, já que, muitas vezes, você pode fazer uma combinação super legal sem ter pensado nela antes. Para isso, prove muito até decidir o melhor look.
.

Com um simples nozinho, você pode dar um toque a mais em camisas e camisetas e transformar diversos looks. O nó pode ser feito na parte da frente ou do lado e, na maioria dos casos, nem é preciso uma customização pra conseguir o resultado.

O bustier é justinho e leva uma pegada vintage. Minhas combinações preferidas são: bustier + shorts jeans de cintura alta e bustier + saia godê.
 .

Para um evento mais formal, vale apostar nos conjuntinhos. As duas peças (geralmente top cropped + saia) são feitas do mesmo estilo e material e podem facilmente substituir um vestido, criando um look moderno e chique.

Muitas celebridades aderiram a moda da barriguinha de fora e desfilam lindas por aí! E eu adoro esses conjuntos, e esses são alguns que eu tenho:

Qual vocês gostaram mais? Beijos e até a próxima!

Pode ser que você também goste:

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário