O outro lado

f-o-t-o-s

Para me agradar não é preciso um anel de diamantes, jantares caros, sapatos de grife, carro do ano, cobertura com vista para o mar ou viagens para o exterior uma vez por mês. Para me agradar não é necessário abrir a porta do carro, beijar a minha mão ou me enviar 200 rosas colombianas. Para me agradar não é necessário fazer declarações de amor em redes sociais, escrever poema romântico ou cantar uma música embaixo da minha janela. Para me agradar só é necessária uma coisa: me perceber.

Não sou tão difícil assim, já que costumo dizer de muitas formas o que me agrada e o que fica entalado na minha garganta. Já fui muito medrosa, estúpida, imatura. Já joguei, fiz drama, cena e barraco. Já bati porta, desliguei telefone, devolvi presentes e rasguei cartas. Mas eu cresci. E junto com essa nova mulher surgiu uma vontade imensa de ter uma relação madura, serena e tranquila.

Sei que nem sempre as relações são pura calmaria. Às vezes bate um vento forte que sacode a canoa. Mas a gente precisa ter equilíbrio e força para mantê-la na imensidão do oceano. Se relacionar é para os corajosos.

O dia-a-dia faz com que a gente acabe deixando de lado coisas que são tremendamente importantes em uma relação, como o cuidado e o carinho nas pequenas coisas e ações. O outro está, sim, ao seu lado para tudo. Mas ele não tem que suportar todo o seu lado ruim.

O filme “Separados pelo casamento” retrata de forma engraçada algumas situações vividas por um casal. A esposa pede que o marido lave a louça. Ele diz que já vai (e não lava nunca), ela se indigna e diz “eu só quero que você queira lavar a louça”. Eles entram em uma discussão, afinal, ninguém é apaixonado por lavar louça, não é verdade? Mas alguém tem que fazer, além disso a casa não é só de um, é dos dois. Ela pede que ele compre limões para decorar a mesa de jantar e o marido esquece. E os tais limões eram importantes pra ela. A esposa reclama que o marido nunca a levou para assistir um espetáculo de ballet. Ele diz que nunca levou porque odeia ballet. E ela diz que só queria que ele quisesse levá-la, que quisesse fazer algo que a deixaria feliz. São essas pequenas coisas: saber que determinada coisa deixa o outro feliz ou torna a vida dele mais leve e fácil. Esse cuidado com o que o outro pensa, sente e quer.

Um dia já pensei que quem me ama tem que aceitar meu lado ótimo e meu lado péssimo. Mas a coisa não é bem assim. Se eu sei que tenho pontos a melhorar vou me empenhar para isso, afinal, eu mereço e o outro também merece o meu esforço. Se eu sei que determinado comportamento desagrada quem convive comigo, vou me esforçar para melhorar. Se o outro já deixou claro suas insatisfações, vou colocar a mão na consciência, analisar a situação com toda a clareza e sinceridade e vou procurar ser melhor para ele. É claro que a gente não deve ser o que esperam que sejamos. Por isso, falo da importância dessa autoanálise: isso realmente tem sentido? Posso realmente me melhorar? Se isso é muito importante para ele será que não é algo que nem me dou conta que faço? É primordial tentar se ver de fora, com outros olhos.

A gente tem a mania de achar que é perfeito ou que faz o possível. Mas tenho uma notícia pra dar para você: sempre podemos fazer mais. Sempre podemos nos esforçar mais. Isso não quer dizer que você não seja bom, só que você pode dar mais um ou dois passos.

– Clarissa Corrêa

Pode ser que você também goste:

40 Comentários

  • Reply Marilia Alves 20 de agosto de 2014 at 16:57

    Concordo em tudo com você, as relações precisam de maturidade e muita cumplicidade para que dê certo e ainda temos alguns ventos com isso, mas no geral se você mesma ter maturidade de entender o outro sem perder a sua essência já é meio caminho andado.

  • Reply Tawani Nunes 20 de agosto de 2014 at 17:13

    Nossa que profundo Sthe! Bonito, gostei :D

  • Reply Patricia Quental 20 de agosto de 2014 at 17:53

    Esse texto da Clarissa resume bem as verdades que a gente só aprende com o tempo. Relacionamentos são tão simples.
    Beijos
    http://www.doce-feito-pimenta.blogspot.com.br

  • Reply Hellen 20 de agosto de 2014 at 18:39

    Gostei muito do texto e ele tem muito a ver comigo eu e meu marido sempre falamos um pouco disso, sobre o amor de verdade e as coisas de pouco valor que muitos dão valor, coisas supérfluas, sempre nos lembramos de como é bom receber e dar e de como isso é importante em um relacionamento.

  • Reply Roberta 20 de agosto de 2014 at 20:30

    Que texto perfeito!!!
    Tudo o que diz é uma verdade, além de ser muito profundo, mexer com nosso sentimentos.
    Adorei ter a oportunidade de poder ler.

  • Reply Giovanna Barbieri (@nannabarbieri) 20 de agosto de 2014 at 21:12

    ADOREI o texto, muito verídico!
    Sempre temos que buscar nossa melhoria…
    Beijos

    Little Bit of Glamour

  • Reply jaidete santos 20 de agosto de 2014 at 21:21

    Simplesmente perfeito!
    bjs.
    http://www.rotinafeminina.com

  • Reply Jesca (@JessikaFiulleiz) 20 de agosto de 2014 at 21:32

    Texto lindo, realmente sempre podemos fazer mais.

    http://prazerjessica.blogspot.com.br/

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:44

      Exatamente :) Temos que ir em busca do que nos faz feliz.

  • Reply Mariana Vasconi 20 de agosto de 2014 at 21:52

    Olha! Que bacana o texto! E vou te contar menina, casar é complicado, se casar com quem gosta e quer fazer as coisas pra te agradar já é difícil, imagina se não gostar da pessoa, aí não dá kkk (ok, fugi do propósito do texto, mas deu pra entender? kkk)

    Ótimo texto!

    Beijos!

    Beleza Mista

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:43

      Deu pra entender sim! hahahaha O importante é a gente estar com quem a gente ama, e sempre ceder e compreender o outro.

      Beijos e volte sempre :)

  • Reply Deise Leite 20 de agosto de 2014 at 22:31

    Lindo texto! Parabéns pelo post! bjs
    dicasdrishop.blogspot.com.br

  • Reply Beatriz Ribeiro 20 de agosto de 2014 at 22:49

    Sabe quando você ler alguma coisa e se sente ali? Sente como se o texto tivesse sido escrito para você? Foi exatamente assim que me sentir, teve trechos do post que me vi totalmente ali. E por incrível que pareça eu sempre digo que temos que fazer algo pelo outro porque achamos importante fazer e não porque ele pediu isso e é bem a linha de raciocínio do trecho que fala que a gente não deve ser o que esperam que sejamos. Pelo menos foi isso que pude tirar do texto.

    Beijos da Bia!
    Plumas e Paetês

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:45

      Eu espero que o texto tenha te ajudado *-*

      Beijos e volte sempre :)

  • Reply Yara Sousa 20 de agosto de 2014 at 23:12

    Eu gostei mesmo foi da citação do filme!
    Beijo

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:42

      Bem legal ter exemplos né? :D

      Beijos e volte sempre!

  • Reply adriana 20 de agosto de 2014 at 23:13

    Que texto lindo, os relacionamentos são simples nos que complicamos.
    Devemos entender e escutar mais o companheiro e ter muita maturidade para saber viver um ao lado do outro.

    Beijos
    http://www.beabadabeleza.com.br

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:42

      Nós sempre complicamos muitas coisas na nossa vida né?

  • Reply Natalia Shinosaki 21 de agosto de 2014 at 12:23

    Nossa simplesmente lindo esse texto. Tudo é mt verdade .
    Adorei essa parte do texto “Sei que nem sempre as relações são pura calmaria. Às vezes bate um vento forte que sacode a canoa. Mas a gente precisa ter equilíbrio e força para mantê-la na imensidão do oceano. Se relacionar é para os corajosos.”
    Mts vezes bate um vento q sacode a canoa e a pessoa ja qer pular fora. E nn é bem assim né ? Acho legal aqela frase assim ‘agt nn muda por ngm , mas melhora por quem merece’ . Porq tem coisas qe a gente pode melhorar sim, para o relacionamento dar certo.
    Amei dms esse texto *-*

  • Reply Suelen 21 de agosto de 2014 at 12:35

    Amei, passamos por cada coisa, mas temos que ter cabeça erguida sempre e acima de tudo maturidade. bjos

    http://suelen-pink-modafeminina.blogspot.com.br/

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:41

      A maturidade ajuda muito nesse caso, é preciso saber ouvir e respeitar os outros sempre.

  • Reply Sabrina Couto 21 de agosto de 2014 at 13:28

    belissimo texto…nós sempre dificultamos as coisas…se parassemos pra pensar.a vida é mais facil que imaginamos

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 20:41

      Pois é, a gente sempre consegue complicar!

  • Reply Arinalva 21 de agosto de 2014 at 13:49

    Relacionamentos sempre tem um toque de dificuldade não é? Cada um tem uma história / estilo de vida / criação, mas tendo maturidade e sabendo que cada um cede um pouquinho, entender o outro, sempre dá certo.

  • Reply Giuli Castro 21 de agosto de 2014 at 15:15

    Adorei o texto. ë pra gente pensar, ne?! Temos nos esforçar para entender o outro… Como vc disse, se ate a gente tem lados bons e ruins, o outro tb tem e cabe aos dois que estao dentro do relacionamento serem fortes e se entenderem.
    Beijos

    • Reply tekatecla 22 de agosto de 2014 at 09:14

      Exatamente, temos que compreender o outro também e se colocar no lugar sempre.

  • Reply brunnyzinha 21 de agosto de 2014 at 16:18

    Eu adorei o texto e concordo que as relações tem que ser maduras e cumplicidade, pois se não for dessa forma não funciona.

    Blog Make-Lovers| Fan Page | Twitter

    • Reply tekatecla 22 de agosto de 2014 at 09:12

      Exatamente, tem que ter muita confiança e maturidade :)

  • Reply Mikaele Santos 21 de agosto de 2014 at 19:25

    Somos seres humanos e não somos perfeitos o outro deve sempre entender nossas qualidades e defeitos, seu texto é lindo!

    • Reply tekatecla 21 de agosto de 2014 at 21:00

      O texto é da Clarissa Corrêa! :D E realmente o texto é lindo e nos faz rever muitas situações da nossa personalidade..

  • Reply Kalliane Santos 21 de agosto de 2014 at 22:39

    Esse texto da Clarissa é muito refletivo mesmo,gosto muito.Ela é sensacional.
    http://kallisantos.blogspot.com.br/

    • Reply tekatecla 22 de agosto de 2014 at 09:08

      Ela tem muitos textos que me comovem <3

  • Reply Naiara Silva 21 de agosto de 2014 at 22:53

    Uffa! rsrs
    Amo os textos da Clarissa! E tudo é bem verdade!
    Os relacionamentos não são um bicho de sete cabeças, as pessoas é quem complicam.
    Cumplicidade e maturidade são umas das coisas que devem estar sempre presente para que um relacionamento perdure! Gosto de me ver por outro lado, gosto de me por no lugar dos outros, ver com outra visão. Isso é essencial!

    Beijão!

    • Reply tekatecla 22 de agosto de 2014 at 09:11

      Super concordo com você *-* hahaha Eu me coloco sempre no lado da outra pessoa, pra avaliar os fatos :D

      Beijos e volte sempre :)

  • Reply Mariana Cordeiro 21 de agosto de 2014 at 22:59

    Acho o mesmo q vc, sempre podemos melhorar e nesse filme ”separados pelo casamento” é o q mais acontece. As vezes são pequenas coisas q vão fazendo a diferença e magoando a gente. O companheirismo e dedicação fazem uma relação + feliz
    http://www.marianacordeiro.com

    • Reply tekatecla 22 de agosto de 2014 at 09:11

      As pequenas coisas vão acumulando e depois não dá mais pra aguentar né?

  • Reply Juliane Freire 22 de agosto de 2014 at 00:28

    Nossa… que forte… No início achei estranho, pensei: ela não é nem um pouco romantica… rs
    Mas quando tu mensionou que para lhe agradar, basta lhe perceber… Cara… me arrepiei!
    Realmente, amadurecemos muito e erramos demais. E nada como uma relação tranquila e serena. Hoje em dias, os relacionamentos estão com ventos constantes e as canoas, todas virando… rs
    Amei sei texto… Muito lindo.

    Beijinhos <3

    • Reply tekatecla 22 de agosto de 2014 at 09:09

      Esse texto da Clarissa Corrêa é realmente lindo, nos faz pensar em muitas coisas no relacionamento né?

      Beijos e volte sempre :)

    Deixe o seu comentário