Encontrado na tag

Poema

UMA DA MADRUGADA

noite_solidao

O que você acha que está fazendo uma hora dessa, quase uma da madrugada, dentro da minha cabeça?

Talvez seja um pouco tarde, você não acha?

Para te procurar,
Para nos reencontrar
Para nos beijar

Para deitarmos e acordamos em outro mundo. No nosso mundo.

Sem preconceitos,
Receios
Ou medos.

noite_solidao

Um mundo que não vivemos por culpa minha. Um mundo que não revivemos por culpa nossa.
Nosso orgulho extinguiu esse mundo. Espero que você não esteja orgulhosa disso.
Porque eu não estou. Aliás, já tenho orgulho demais para não ir atrás de você e dizer o quanto eu te amo, o quanto sinto saudades das nossas conversas aleatórias, dos nossos passeios, da nossa conexão.

Conexão perdida para sempre? Tentei reconectar algumas vezes, mas você me ignorou.

Como está ignorando agora, estando na minha cabeça e não conversando comigo.
Me deixando louco, mas não como eu costumava gostar.

Pensei que escrever me libertaria de você, só que não. Talvez dormindo eu consiga. É isso que irei fazer.

Afinal, o que eu tô fazendo uma hora dessa?

– Hugo Nery

Sistema Estelar – Poema

sistema-estelar-poema

Você é a estrela do meu sistema,
A luz que me guia,
A inspiração dos meus poemas,
O amor da minha vida.

Vida que mudou,
Brilhou,
Transcendeu,
Transbordou.

Felicidade,
Verdade,
Reciprocidade.

sistema-estelar-poema

Que vai muito além da intimidade dos nossos corpos mortais.

Mas, da intimidade das nossas almas imortais.

Porque quando essa vida acabar,
Nosso amor vai continuar,
E vamos nos reencontrar,
Em algum sistema estelar.

Hugo Nery

Ansiedade – Poema

ansiedade

Ansiedade
tão difícil de lidar
que parece maldade
em casos mais graves
causa insanidade

Se formar
Trabalhar
Viajar
Namorar
Casar

Parem de pressionar

A tristeza vem
Paralisa a mente
Sufoca o coração
E quando ver
Está doente

Calma, deixa eu respirar

O novo mal da humanidade
Tem velhos remédios
Esperança, amor
E alguém
Com muita
Reciprocidade

Hugo Nery

ansiedade

Ela é misteriosa…

poema-vida

Ela é misteriosa
Um pouco brava
Mas muito poderosa

Ela é má
Ela é boa
As vezes
Um pouco louca

Briga, improvisa
Muda a rota e nem avisa
Mas ela é linda
É Maravilhosa

Se cuidar dela direitinho
É um grande amorzinho
Aonde passa é bem vinda
Afinal seu nome
É vida.

Hugo Nery

Poema: O equilibrista da vida

equilibrista

No circo da vida eu sou um equilibrista
Tentando não cair em armadilhas
Amorosas, profissionais, sociais
Deixando ser guiado por aquela Voz

Não é fácil se equilibrar
Quando quase todo o mundo está a te julgar
Te empurrando como um vento
Alimentando seus receios e medos

equilibrista

Animais Racionais
Se comportam como radicais
Julgando, apedrejando
Fazendo com que o amor de muitos
Acabe se esfriando

E eu vou me equilibrando
Entre os loucos e os insanos
Nos braços de quem eu tanto amo.

Hugo Nery