Encontrado na tag

Texto

Demonstrar sentimentos ou provar com atitudes?

large

E eu nunca disse o que sentia por medo de que se fosse dito em voz alta, viesse a se tornar realidade.

Nunca fui muito boa em lidar com sentimentos, sabe. Sentimentos são complicados e me dão enjoo. Enjoo do tipo de ficar com aquele frio na barriga toda vez que eu te vejo. Maldito seja o frio na barriga. Toda vez que sinto sei que as coisas estão fora do controle. Os sentimentos estão fora de controle. Eu posso não conseguir controlar o que sinto mas ainda bem que fui abençoada com a capacidade de manter minha boca fechada. Ouvir de mim o que eu sinto por você? DifícilPrimeiro porque tenho bloqueio em dizer o que sinto pra qualquer pessoa; mãe, pai, irmã, irmão. Só digo para meus animais de estimação porque sei que eles não vão responder e eu não vou ter que vivenciar uma daquelas cenas melosas de filme. “Te amo tanto, você é tudo na minha vida” Também te amo querida, morro por você”. PAROU POR AI.

Demonstrar sentimentos é a mesma coisa que ficar vulnerável. Se eu disser o que realmente sinto, tenho a certeza de que irei me sentir no meio de um campo de guerra pronta para levar um tiro fatal a qualquer momento. Dizer nossos sentimentos em voz alta faz com que se tornem realidade, faz com que o mundo saiba disso, faz com ele saiba disso. E eu não consigo, não suporto, o orgulho não deixa e o medo me impede. Mas eu sinto um turbilhão de emoções, uma porrada de sentimentos. Todos eles aqui, misturados, guardados, ocultados. Às vezes não consigo e transbordo eles em forma de atitudes que eu espero que você seja esperto o suficiente para perceber. Fazer o que, é o meu jeito.

large

Odeio pessoas que cobram ouvir o dia inteiro o quanto gostamos delas. Acho que se parássemos pra prestar atenção em cada detalhe e em cada gesto, saberíamos muito bem como a outra pessoa se sente em relação a nós. Eu posso não ter capacidade de dizer “Eu te amo”, mas se lembra quando eu te ligava de madrugada morrendo de saudades? Querendo te ver? Esse era meu jeito de dizer que eu te amava. Eu posso não ter a capacidade de dizer que morreria por você,  mas lembra quando você arranjou uma briga no meio da boate e eu entrei na frente? Pois é. Posso não conseguir dizer o quanto você é incrível e que te admiro demais, mas sabe quando eu fico te olhando com um sorriso bobo e você pergunta “Que foi?”.. Esse é meu jeito de mostrar o quanto te admiro. Posso não ser a pessoa mais sentimental do mundo e nem a mais meiga das mulheres que você já conheceu, mas te garanto um carinho nas horas em que você estiver triste e um abraço quando você mais precisar. Nunca consegui te dizer que não queria te perder e que queria você para sempre, mas se lembra dos abraços apertados que eu te dava? Então. Gestos que demonstram tudo. Tudo aquilo que eu não consigo te dizer.

Talvez eu seja só mais uma covarde que não diz o que sente porque tem medo de admitir que ainda tem um coração. É, talvez eu seja. Mas fazer o que se eu cresci ouvindo que atitudes valem mais do que palavras?

– Isabela Freitas

Não dependa de alguém para ser feliz

Meditação_www.triangleintegrativepsychiatry.com_

Se eu pudesse dar apenas uma dica pro seu futuro não seria “use filtro solar”. Seria apenas, não dependa de alguém para ser feliz. Não dependa de alguém pra olhar pro céu e ver que pode existir algo belo ali, e não dependa de alguém pra olhar no espelho e ver que existe muita beleza morando logo ali, dentro e fora de você. Você é linda, da maneira que é, logo, não espere que alguém diga isso pra você finalmente acreditar. Seja feliz nas suas falhas, no happy hour de quinta-feira à noite, decepcionada, desiludida e exausta. Seja feliz nas suas decepções e ria delas futuramente. Troque olhares com aquele cara que estava sentado no bar e se decepcione quando o conhecer e descobrir que ele escreve “com migo” e “conhecidencia”.

Understanding-your-drinking-limit_

Volte pra casa sozinha, aumente o som do carro no máximo e cante como se não houvesse amanhã, dificilmente você faria isso com um namorado ao seu lado. Ouça a sua mãe reclamar porque você está chegando tarde, e perguntar pra você: “Arrumou algum gatinho hoje?”… Diga pra ela que um dia ela terá muitos netos e eles vão correr pela casa, quebrar porcelanas e chamá-la de vóvó, mas agora é preciso aproveitar a juventude e não é necessariamente saindo por aí e ficando com todos os caras que você conhece, mas sim escolhendo ficar no sábado à noite em casa, com o cabelo sem pentear, com uma meia de cada cor e uma caneca quentinha de chá nas mãos. Faça um pacto de amor próprio.

tumblr_lhk76btXaw1qgfcjoo1_500

Faça um voto com você mesma, não dependa de ninguém pra ser feliz e não aceite ficar com alguém apenas por medo de ficar sozinha. Se ame, se namore, e escolha estar solteira, o mundo até pode insinuar que você é uma perdedora quando está sem alguém do lado, mas acredite em mim, você não é. Não há nada de mal em escolher você mesma, aliás, já pensou que se nem você gosta da sua companhia, não pode exigir que alguém goste? Então, nesse dia de hoje, escolha você, por mais que a frase de bossa nova “é impossível ser feliz sozinho” ecoe na sua cabeça, eu venho te dizer que, não é só possível ser feliz sozinho como é necessário.

aaa

Não dependa de alguém para ser feliz, não é justo nem com você, nem com o outro. É possível ser feliz numa sexta-feira gelada, com aquecedor nos pés e um café bem quentinho. Existem livros a serem lidos, séries a serem assistidas e filmes incríveis logo ali esperando por você. Existe um mundo que não está nos comerciais e nos grandes sucessos de bilheteria, esse mundo também é incrível, não é apenas colorido, é neon, é glitter, é purpurina, esse mundo é você! Você livre e com o poder de escolher o que é melhor pra sua vida. Dizem por aí que ser solteira só é bom quando você não está apaixonada por ninguém, mas já que o amor é tão fundamental assim, eu te aconselho, escolha a pessoa que se encaixa perfeitamente em você, escolha depender de você mesma para ser feliz.

– Natália Silveira.

Dia do Blog

11907170_1678932512351659_2301276205322181231_n

Hoje é o DIA DO BLOG! O dia 31/08 foi escolhido porque seus caracteres lembram a palavra “blog”, uma brincadeira que faz bastante sentido, uma vez que o blog é sinônimo de uma escrita mais leve e descontraída. Estou aqui para agradecer todos os leitores que estão me acompanhando desde o ínicio do blog e também aos que foram chegando depois E assim, pensando em um post diferente, separei os blogs que estou acompanhando no momento:

amante1

Isabela Freitas: já li os livros da Isabela e adoro o blog dela, principalmente os textos, o banheiro feminino e masculino (perguntas sobre algum tema que são respondidos por 5 pessoas), dicas de livro e os vídeos.

amante1

 

Amante de RímelVictória Ferreira: 17 anos, ariana, ansiosa, competitiva e determinada. Gosto muito dos looks que são inspirações, as fotos das viagem são incríveis e gosto de assistir os vídeos que ela grava!

amante1

Entre todas as coisas – Daniel Bovolento: Um blog pessoal de um publicitário, com vários textos de relacionamento que te fazem refletir sobre a vida.

amante1

Nova Perspectiva – Gabriela Freitas: O blog é super fofo e tem de tudo! Desde looks até dicas de passeio em São Paulo, mas o que eu mais gosto de acompanhar são os textos, sem contar a fan page com textos maravilhosos.

E ai, quais são os blogs preferidos de vocês?

7 motivos para você começar a fazer coisas sozinho

self-and-solitude-900x1350
Estou sempre procurando coisas novas para ler, textos, matérias que possam fazer a diferença de alguma forma na minha vida e acabei encontrando essas dicas num blog. Quero sempre tentar ajudar vocês. Então vou compartilhar aqui, porque eu sei que muita gente tem medo de se sentir sozinho, não sabe aproveitar a própria companhia e faz de tudo para fugir de situações assim.
287512_Papel-de-Parede-Loira-Olhando-a-Paisagem_1680x1050
1 – Você irá se conhecer melhor.
Sozinho você vai ser quem você é de verdade, sem a interferência de ninguém, e assim vai analisar mais as suas qualidades e os seus defeitos, e tentar melhorá-los.
 
2 – Vai aprender a ter coragem e segurança.
Quando fazemos algo sozinho sempre vêm àquelas perguntas: “E se não der certo?”, “Se eu correr algum perigo?”. O melhor a se fazer é deixar o “se” de lado e fazer! E se der medo, vá com medo mesmo. Você vai perceber, depois de um tempo, que começará a desenvolver uma vontade de enfrentar qualquer desafio.
 
3 – Você se permitirá conhecer pessoas novas.
Por exemplo, você vai a um show sozinho e acaba conhecendo alguém na fila. Esta pessoa pode se tornar um amigo ou um grande amor, isto, talvez, não aconteceria se estivesse acompanhado, porque você acabaria dedicando seu tempo à pessoa ao seu lado. Use seu tempo sozinho para pensar em você, mas não seja egoísta com si mesmo e bloqueie a possível entrada de alguém novo no seu caminho.
 –
4 – Você se sentirá livre.
Não existe coisa melhor que a liberdade não é mesmo? Você fará o que quiser sem se preocupar com a opinião das pessoas. Se estiver com vontade de fazer alguma coisa, não dependa de ninguém, vista uma roupa, pegue o essencial e corra atrás do que quer. Se for esperar alguém para acompanha-lo, talvez possa ser tarde demais, e aquele sentimento horrível de arrependimento pode começar a bater em sua porta.
 
auto-conhecimento
5 – Você tirará um tempo para você.
O dia passa muito rápido e, geralmente, não temos aquela oportunidade de parar e pensar o que está acontecendo em nossas vidas. Sozinho você começará a refletir sobre tudo que está em sua volta e sua rotina (trabalho, estudos, relações interpessoais). Também irá fazer coisas e ir a lugares que você sempre deixou para depois.
 
6 – Você reparará nos detalhes.
O céu será visto com outros olhos, o pôr-do-sol na volta para casa será enaltecido e prestará mais atenção na letra de uma música que você ouve todo dia.
 
7 – Você aprenderá a gostar mais de si mesmo.
Muitas pessoas dizem que para serem completas elas devem estar com outra pessoa ao seu lado. Sozinho você vai aprender a primeiro estar bem com a sua própria companhia, vai aprender a conviver com os seus próprios defeitos e qualidades, e depois que se sentir feliz com o que você é, ou com o que aprendeu a ser, conseguirá ser mais completo com alguém ao seu lado.

– Blog Quase Relativo

Existe amor em São Paulo

existe-amor-em-são-paulo-2

Como podem dizer que não há amor em SP se em cada esquina vejo pessoas expressando o amor que sentem com os mais simples gestos? Mesmo uma cidade que vive constantemente acelerada, num ritmo frenético, pode encontrar o amor em cada canto.

SÃO PAULO - BRASIL | via Tumblr

O taxista simpático que compartilha a sua vida e seus conhecimentos com você em trinta minutos, que é o tempo que durou a corrida de táxi até sua casa numa segunda-feira à tarde. As pessoas nas ruas sorrindo umas para as outras, e pasmem, acho que até vi um rapaz entregando uma flor para uma desconhecida ao lado da banca de jornal que tem do lado de casa. As milhares de culturas e o jeito que elas se expressam no dia a dia. Isso é amor.

Dá para encontrar amor nas coisas mais simples de São Paulo: passar uma tarde na Av. Paulista só observando as pessoas e tomando um frappuccino de baunilha e, é claro, em ótima companhia. Fazer um piquenique no Parque Ibirapuera e assistir o sol se por. Confesso que de toda a capital, esses são meus lugares preferidos.

Ibirapuera, São Paulo

Decidi que daqui para frente será amor e energias boas – não no estilo good vibes, praia e Armandinho –, é o que estou precisando mais que nunca. Cansei de passar horas remoendo ou pensando numa discussão que começou por algo pequeno, e mais cansada ainda de ver pessoas se afastando por motivos menores ainda. Sabem, eu já fiz a besteira de afastar quem eu não deveria, e me arrepender de não ter essa pessoa como minha amiga agora. Não fiquem vivendo o lema do “não corra atrás”. Corram até acharem que é certo, porque, afinal, o resto é resto, e quem sabe a importância que a pessoa tem na sua vida é você, o “corredor”. Tudo é questão de ponto de vista.

Não me refiro ao amor que casais demonstram com gestos carinhosos ou uma declaração melosa na rede social. Esse amor é, muitas vezes, passageiro. O Amor ao qual eu me refiro é o discreto, sincero, que só duas pessoas vivem e milhares ao redor sabem que elas vivem. Amor de amizade, de uma mão amiga, de um colo. E acredito sim que podemos encontrar esses pequenos gestos de carinho e cuidado nas ruas de São Paulo. Coloquem seus óculos do amor e abram seus olhos, suas mentes e seu coração para perceberem tudo o que eu disse nesse texto.

– Marques