Encontrado na tag

Texto

E se o mundo acabasse amanhã?

Happiness-girl-rainbow-umbrella-warmth-nature-sky-clouds_2560x1600
E se o mundo acabasse amanhã? Você enviaria aquela mensagem dizendo todas as palavras que sua mente ensaiou por tanto tempo mas não teve coragem de proferir em voz alta? Você pediria desculpas por abandonar aquela amizade tão especial que acabou sem motivo algum? Você correria atrás daquela pessoa que se foi pelos caminhos da vida e que te fez tanta falta? Você daria um abraço apertado no seu pai depois de cinco anos ignorando sua existência? Você diria que ama sua mãe mesmo após anos praguejando sobre como ela atrapalha seus planos? Você seria grato a seus professores que tanto te ensinarem e instruíram? Você abraçaria pessoas desconhecidas na rua e desejaria o bem a elas? Você perdoaria seus inimigos e lhes daria um último sorriso?
 .
Untitled
 .
Você desapegaria dos bens materiais e tentaria passar seus últimos minutos em companhia das pessoas que lhe fazem bem? Você deixaria a internet por uns minutos e sairia às ruas procurando por alguém que lhe desse um abraço apertado? Você seria grato por todos os sorrisos que recebeu? Você se preocuparia com coisas ínfimas ou daria um basta a tudo que é superficial? Você faria uma ligação para seu ex namorado e finalmente diria tudo o que sempre quis? Pegaria um avião, atravessaria cidades, estados, fronteiras, somente para encontrar aquela pessoa especial? Dormiria com medo de enfrentar as consequências do que poderia acontecer, mais uma vez? Comeria tudo aquilo que deixou de comer por medo de ter a saúde comprometida?
 .
❤️love
 .
Seria justo com as pessoas que julgou injustamente? Admitiria seus erros em voz alta pela primeira vez? Teria trabalhado menos e dedicado seu tempo às pessoas que ama? Viveria uma vida mais fiel a si mesmo e não ao que os outros esperam de você? Teria viajado para todos os lugares que sempre sonhou sem o medo do que o amanhã te reservaria? Você expressaria seus sentimentos e pensamentos sem receios? Deixaria de fingir, omitir, mentir, esconder, guardar, superar, deixar para lá? Manteria contato com amigos que no passado desistira tão facilmente? Se permitiria ser mais feliz, sorridente, gentil, benévolo, caridoso, humilde? Abandonaria as aparências, as roupas extravagantes, os óculos escuros que escondem a alma, e todos aqueles apetrechos que usamos dia após dia para nos esconder do que realmente somos? Se despiria de pré conceitos, falsos ideais, pré julgamentos e todas as informações que enfiam à força em nossas mentes todos os dias?
 .
��
 .
Daria ouvidos a coração e pediria um pouco de silêncio ao cérebro? Diria ”eu te amo” pela primeira vez? Perdoaria aquela pessoa tão especial que não perdoou anteriormente apenas por orgulho bobo? Abriria a porta para alguém que ficou ali fora na chuva te esperando todo esse tempo? Não teria medo se machucar, cair, decepcionar? Correria contra todo o tempo que desperdiçou?
 .
NOMODELS
 .
O mundo entraria em colapso. Um verdadeiro caos. Veríamos amor por todos os lados. Perdão. Lágrimas. Abraços. Sorrisos. Reencontros. Despedidas. As pessoas se preencheriam de sentimentos ao mesmo tempo em que expulsariam toda a futilidade. Que se dane suas casas de cercas brancas, celulares de alta tecnologia, computadores que fazem de tudo, camas confortáveis, roupas caras, e tudo isso que você considera essencial e indispensável para sua existência.
 .
Baby you're a firework, come on let your colors burst
 .
Porque no fim, o que realmente importa, é estar do lado de quem você ama. No fim você percebe que o ser é muito mais do que o ter, e que talvez você não tenha ”sido” tanto quanto gostaria de ser. Está esperando o quê? Amanhã não é o fim do mundo, mas todo dia é dia de você fazer tudo aquilo que faria se amanhã fosse seu último dia. Entendeu? Tic-tac. Tic-tac. Já está perdendo tempo.

Sei lá. Ela nunca soube…

- (22)

Sei lá. Ela nunca soube o que escolher. Sempre foi o tipo de garota que não consegue se decidir. Que nunca se decide. Que por medo de arriscar em escolher errado, nada escolhe. Tão desinteressada, tão ela. Folheia revistas sem paciência para ler sobre a vida alheia, fala sério. Mal tem tempo de resolver os problemas da sua vidinha, vai querer saber dos problemas dos outros? Passa por todos canais da televisão procurando algo que lhe interesse. Mas nada interessa. Conversa com as pessoas e dá seus melhores sorrisos. Sempre fingindo achar graça das idiotices que escuta. Irônica e sarcástica, você nunca saberá se ela está realmente sorrindo porque gosta de você ou se ela te acha um completo idiota. Vai saber né. Indecifrável, é o que ela é.

Sempre rodeada de amigas que queriam saber como ela faz pra ser assim. Tão inatingível. Nem ela sabe porque nada a afeta. Simplesmente, ela não se importa. Nunca se importou. Talvez tenha se machucado tanto que resolveu se desligar do mundo, esquecer as emoções, dar um basta nos sentimentos. As pessoas que hoje em dia não se importam mais, são aquelas que um dia já se importaram demais. Triste? Que nada. Ela não liga se ela se tornou tão amarga e desacreditada que nada mais faz diferença. Ela só quer ser livre entende? Sem ter que dar satisfação a ninguém. Quer ser a dona de si. Dona dos seus quase sentimentos. Dos seus quase sorrisos.

Meninas normais esperam que o amor um dia bata às suas portas, ela? Espera que quando o amor bata, ela esteja ocupada demais para atender. Lendo um livro talvez, falando no celular uma amiga. E por ser desse jeitinho especial, ela se tornou um mistério. Um mistério que todo e qualquer homem quer (e precisa) desvendar. Afinal, o que fazer para que aquele coração bata de novo? O que fazer para que ela dê um sorriso verdadeiro? O que fazer para que ela te ligue ao menos uma vez? O que fazer para que ela não te abandone no dia seguinte? Porque ela abandonará. Você sabe.

E o mais incrível é que ela não esconde o que é. Diz pra quem quiser ouvir que ela não se importa, que ela não tem sentimentos. ”Não se apega não”. Mas como não se apegar? Como não se apegar àquele jeito meio irônico meio sarcástico que só ela tem? Como não se apegar àquele jeito descontraído, como se nada no mundo a abalasse? Não tem jeito. Quanto mais as pessoas tentam não se apegar, mais se apegam à ideia de descobrir quem é ela. Porque ela é assim. 

Sabe, não é que ela seja fria, ela só não achou ninguém que a aqueça. Alguém que a faça se interessar. Alguém que a faça sentir de novo. Mas enquanto essa pessoa não aparece? Ela continua com sua vidinha, sem maiores emoções, sem grandes sentimentos e sem qualquer envolvimento. Passar bem! Foi ótimo te conhecer. Até nunca mais.

– Isabela Freitas

Amor Recíproco

Meilleurs Souvenirs ☼

Dizem que a amizade é o amor que nunca morre. Desculpa sociedade, mas eu discordo. Não acho que podemos chamar qualquer um de amigo. Aposto que você já se decepcionou, machucou com alguém que jurava ser seu amigo(a). É horrível, é uma traição. Deixamos de confiar em nós mesmos e começamos a questionar se estamos escolhendo amizades certas.

E o que seriam amizades certas? Olha, pra mim, amizade é aquilo em que a pessoa não vai embora quando você passa por dificuldades, é quando você está acompanhada nos piores momentos. É quando a pessoa tem o coração bom, a mente tranquila, é feliz com ela mesma e com os outros.

Amizade de verdade é aquela em que o amor é recíproco. É depositar carinho em uma caixinha e receber de volta com carinho em dobro. É como a mágica – onde as surpresas e as emoções são sentidas juntas.

Aposto também que você já teve aquele amigo ou amiga invejoso(a). Você o considera amigo, ok. Mas é só as coisas começarem a dar certo na sua vida que ele já fica com ciúmes. Não digo que ciúmes é uma coisa ruim, até porque existem os ciúmes e as invejas boas. Mas digo aquele tipo de ciúme extremo, em que você percebe de longe. E tudo que é extremo, é ruim.

Abra os olhos e veja quem são seus amigos. As pessoas hoje em dia não ligam para sentimentos, elas ligam para status. Veja quem fica ou não feliz com as suas conquistas, veja quem chora com você e ri com você, e principalmente, veja quem não te abandona em momentos ruins.

E se você achar alguém assim, preserve e diga que a ama. Dê o amor que ela merece de volta, aliás dê em dobro. Tenha o coração puro. Um dia o universo fará questão de  retornar com todo amor do mundo.

– Isabela Prado

Bem-vindo Dezembro!

O último mês do ano chegou! BEM-VINDO DEZEMBRO *-*

natal

Último mês do ano, mês das festas, mês de fechar notas no colégio e na faculdade, aniversários e mês de completar algo. Dezembro é um novo mês e se você correr atrás ele pode te surpreender muito mais do que você imagina. Aproveite cada dia deste mês, começando por hoje, aproveite tudo o que você puder, pois quando chegar no último dia do ano, boas lembranças serão recordadas.

Aproveitem muito, agarrem dezembro com todas as forças, tentem fazer algo de diferente neste mês. Vá atrás do que te faz feliz, mude, permita-se e não deixe que o ano acabe do mesmo jeito que ele começou. Faça com que você diga que 2014 valeu a pena apesar de todos os obstáculos que você enfrentou. Pegue tudo de bom que aconteceu e multiplique.

Não se esqueçam, é o último mês do ano, vocês tem 30 dias para fazer a diferença no ano ou até na vida de vocês. Corram atrás do prejuízo causado pela infelicidade, decepção ou qualquer outra coisa. Vá atrás da sua felicidade, comecem 2015 sorrindo e dizendo: MEU ANO VALEU A PENA!

The path of (my) dreams | via Tumblr

Que em dezembro seus sonhos se realizem e que a felicidade de vocês seja eterna. Que em dezembro vocês consigam fazer a diferença. Muito amor, paz e que nada estrague os últimos dias deste ano maravilhoso. Eu desejo tudo de bom a cada um de vocês que são meus leitores e que vocês estejam comigo em 2015 para comemorar 2 anos do blog.

Dezembro pode surpreender vocês, mas tudo depende das escolhas de cada um.

Hoje é Saudade – Crônicas na Agulha

Pessoal, está rolando no Senac Santo Amaro, SP (03 a 07 de novembro) – uma exposição relacionando crônicas e músicas. Minha sala que organizou o evento (Publicidade e Propaganda), e convido vocês pra irem conhecer. A página no facebook é: Crônicas na Agulha, curtam e compartilhe com seus amigos.

10414494_10153260104294942_4615449607431679561_n

Eu escrevi minha crônica baseada na música do Bruno Mars, When I was your man. E vocês podem conferir mais nove músicas e crônicas na exposição, vale a pena conhecer!

 

Hoje eu resolvi falar de você, da saudade e das lembranças que me acompanham nessa solidão. Eu só queria você aqui comigo, como nos velhos tempos. Eu amava o seu jeito sério e meio seco de ser, às vezes até me irritava, mas seu sorriso logo compensava. Eu amava o seu beijo, seu abraço, seu carinho e o seu cheiro. Eu só quero que você entenda que eu não gosto quando você vai embora. Não gosto quando você esconde o que sente. Não gosto quando você não me dá a menor bola. Eu só quero você aqui comigo, a qualquer momento.

O tempo passou, mas eu queria poder te falar tudo que sinto, e te dizer o quanto você é importante para mim. É impossível não pensar em você. Queria ser o suficiente, te arrancar sorrisos e suspiros, queria poder te fazer a mulher mais feliz desse mundo, olhar nos seus olhos e dizer o quanto eu te amo, mas é uma pena nossa história ter acabado assim.

Foi a pior sensação que já senti em minha vida. Ter que ir embora, quando tudo o que eu mais queria era ficar. Eu nunca precisei de ninguém pra me dizer o certo e o errado, apontar meus erros, eu nunca precisei de ninguém pra absolutamente nada, nem pra sorrir. Mas eu precisava de você.

Eu me cansei, e acordar sozinho se tornou uma rotina. Ser uma pessoa fria quando se trata de sentimentos não é mais uma opção, e sim sobrevivência. E eu não sei mais o que é felicidade, não sei a cor, o gosto ou o cheiro. Felicidade se torna uma palavra, apenas uma palavra. E aí está uma das coisas mais tristes da vida: Se conformar com a infelicidade. Eu sei que fui orgulhoso, e que o meu ego atrapalhou o nosso amor. Sei que eu estava errado, e hoje não posso desfazer toda a bagunça que causei. Então por que acreditar no amor quando tudo é dor, e decepção? Das mil coisas que eu deveria ter dito e nunca disse, só restou uma: é preciso seguir em frente.

Deixar alguém ir embora é fácil, difícil mesmo é você ter que ir, virar as costas e partir; você sempre tão complicada, e com uma capacidade para me fazer sorrir. Você era a melhor definição de pessoa que eu tinha em mente, você era sorrisos, olhares e beijos quentes. Você era, porque escolheu ser. Se você soubesse que eu te queria perto, bem perto de mim, talvez você não tivesse ido atrás de outro. E hoje estou aqui caminhando, tentando me reerguer com um sorriso no rosto, mas você sabe onde me encontrar, então me procura enquanto eu ainda quero ser encontrado por você.

 – Sthefani Monteiro